Pages

COMO BAIXAR FILMES DO YOUTUBE

quinta-feira, outubro 29, 2009

Lion Man - Último Episódio

Alguem se lembra do Lion Man?

Quem tem mais de 20 concerteza...

É A FANTASIA MAIS MAU FEITA DE TODOS OS TEMPOS rsrsrs...


parte 1


parte 2


parte 3


postado por:LeoKidman

sexta-feira, outubro 16, 2009

Cheia de Charme - Guilherme Arantes

Recordar e bão de mais !!!

Para LALI a DIVA !

Biografia Renato Russo


Infância

Até os seis anos de idade, Renato sempre viveu no Rio de Janeiro junto com sua família. Começou a estudar cedo no Colégio Olavo Bilac, na Ilha do Governador. Nessa época teria escrito uma bela redação chamada "Casa velha, em ruínas...", que nunca foi divulgada na integra.

Em 1967, mudou-se com sua família para Nova Iorque pois seu pai, funcionário do Banco do Brasil, fora transferido para agência do banco em Nova York, mais especificamente para Forest Hills[3], no distrito de Queens, onde foi introduzido à língua e cultura norte-americana.

Aos nove anos, em 1969, Renato e sua família voltam para o Brasil, indo morar na casa de seu tio Sávio numa casa na Ilha do Governador, Rio de Janeiro.

Adolescência

Em 1973 a família trocou o Rio de Janeiro por Brasília, passando a morar na Asa Sul. Em 1975, aos quinze anos, Renato começou a atravessar uma das fases mais difíceis e curiosas de sua vida quando fora diagnosticado como portador da epifisiólise, uma doença óssea. Ao saber do resultado, os médicos submeteram-no a uma cirurgia para implantação de três pinos de platina na bacia. Renato sofreu duramente a enfermidade, tendo que ficar seis meses na cama, quase sem movimentos.

Carreira

Após o fim do Aborto Elétrico, Renato começa a compor e se apresentar sozinho, tornando-se o Trovador Solitário. A fase solo durou poucos meses, até que o cantor se juntou a Marcelo Bonfá (baterista do grupo Dado e o Reino Animal), Eduardo Paraná (guitarrista, conhecido como Kadu Lambach) e Paulo Guimarães (tecladista, conhecido como Paulo Paulista), formando a Legião Urbana, tendo Renato como vocalista e baixista.

À frente da Legião, que contou com o baixista Renato Rocha entre 1984 e 1989, Renato Russo atingiu o auge de sua carreira como músico, sendo reconhecido como um dos maiores poetas do rock brasileiro, criando uma relação com os fãs que chegava a ser messiânica (alguns adoravam o cantor como se fosse um deus). Os mesmos fãs chegavam a fazer um trocadilho com o nome da banda: Religião Urbana/Legião Urbana. Renato desconsiderava este trocadilho e sempre negou ser messiânico.

Morte


Renato Russo morreu, pesando apenas 45 quilos, em consequência de complicações causadas pela Aids (era soropositivo desde 1989), mas jamais revelou publicamente sua doença[1]. Seu corpo foi cremado e suas cinzas lançadas sobre o jardim do sítio de Roberto Burle Marx.

No dia 22 de outubro de 1996, onze dias após a morte do cantor, Dado e Bonfá, ao lado do empresário Rafael Borges, anunciaram o fim das atividades do grupo. Estima-se que a banda tenha vendido cerca de 20 milhões de discos no país durante a vida de Russo. Mais de uma década após sua morte, a banda ainda apresenta vendagens expressivas de seus discos.

Livros

Durante sua carreira teve quatro livros publicados e, após sua morte, outros quatro livros foram lançados sobre ele, sendo um deles "Conversações com Renato Russo", que contém trechos de entrevistas mostrando o seu ponto de vista sobre o rock, a bissexualidade (incluindo a sua própria), o mundo, as drogas e a política.

Do ponto de vista da análise técnica, isto é, da crítica literária (acadêmica), foi lançado o livro: "Depois do Fim - vida, amor e morte nas canções da Legião Urbana", de Angélica Castilho e Erica Schlude (ambas da UERJ). Vale ser citado como bibliografia referencial os livros "O Trovador Solitário" e "BRock - O rock brasileiro nos anos oitenta", ambos de Arthur Dapieve.

Em junho de 2009, é lançada a biografia "Renato Russo: O filho da Revolução", do jornalista Carlos Marcelo Carvalho. A obra é contextualizada desde o período de infância de Renato, passando pela sua juventude - com acontecimentos políticos históricos da época forte de opressão da Ditadura Militar - e culminando com o seu amadurecimento como homem, poeta, artista e músico.

Curiosidades


* Em 2001, foi publicado o livro Sempre Há uma Luz, pela editora DPL, psicografado por Sérgio Luís, o qual consiste em um suposto relato de Renato Russo sobre sua "passagem para o plano espiritual".
* A Rede Globo contou a história de Renato Russo no especial "Por Toda a Minha Vida", apresentado pela atriz Fernanda Lima.

domingo, outubro 04, 2009

Mas um assalto no Rio de Janeiro !

-Isso é um assalto !




-Oh! Quem pode me ajudar ?




-Eu !

Ultimate Warrior vs Papa Shango

Não tem abridor de garrafas?

Resta 1 !

Porque não se deve xavecar uma loira.


* (homem) – Oi gata… Qual é seu telefone?
* (loira) – Nokia. E o seu?

* (homem) – Uau! Isso aqui é uma calçada ou uma passarela de moda?
* (loira) – Hum, agora você me pegou… É que eu não sou daqui. Então não sei te informar…

* (homem) – Eu não tiro o olho de você!
* (loira) – Ainda bem, né? Senão eu fico cega!

* (homem) – Nossa! Eu não sabia que boneca andava!
* (loira) – Sério? Nossa, você tá por fora, hein? Já tem até Barbie que anda de bicicleta!

* (homem) – Que curvas, hein!
* (loira) – Nem me fala… Eu bati o carro 7 vezes pra chegar nessa festa!

* (homem) – Esse seu vestido vai ficar lindo jogado no chão do meu quarto!
* (loira) – Quer comprar um igual pra fazer um tapete? Eu te indico a loja…

* (homem) – Meu coração disparou quando eu te vi!
* (loira) – Socorro! Alguém ajude! O moço está tendo um ataque cardíaco!

* (homem) – Eu quero o seu amor, gata! (ESSA É A MELHOR)
* (loira) – Espera só um pouquinho… Amô-or! Tem um moço aqui querendo você!

* (homem) – Quer beber alguma coisa?
* (loira) -Ai, que bom que você apareceu, garçom!

* (homem) – Me dá seu telefone, vai!
* (loira) – Socorro ! Um assalto!

As 10 mentiras que homens e mulheres contam !

As mentiras mais contadas pelos homens:

- Pois saiba que eu não sou como os outros!
- Não vai doer, confie em mim!
- Minha primeira vez também foi com você…
- Sexo não é tudo!
- Eu adoraria conhecer seus pais!
- Que interessante isso que você está falando…
- Mede mais ou menos vinte centímetros…
- Sim, isso SÃO vinte centímetros!…
- Eu me atraí pela sua cabeça!
- Você sabe que você é a coisa mais importante em minha vida…

As mentiras mais contadas pelas mulheres:


- Você é tão bom de cama…
- Que simpática a sua ex…
- O problema sou eu, não você…
- Eu gosto de você. Mas como amigo…
- Que delícia a comida que você fez…
- Não está acontecendo nada…
- Saia com seus amigos, não tem problema…
- Tem um cara no meu trabalho que me paquera…
- Tenho que fazer tantas coisas, a gente se vê outro dia…
- Não, não fiz nada. Você acha que estou diferente?



Sabe mais alguma ? Deixe nos comentários !

sexta-feira, outubro 02, 2009

SALTO 15 VERMELHO



Caros Amigos viciados ou somente usuarios do Blog do LeoKidman.

Tenho uma indicação de um blog D+,se chama SALTO 15 VERMELHO
,nÃO,não é de moda e nem de mulheres que falam mau de homens(rs)...

São 4 colaboradores,eles colocam opinióes interessantes de assuntos adversos e polemicos...

Resumindo é uma boa pedida o Blog SALTO 15 VERMELHO

Aproveitando e mandando um beijo á Lali e a Kakau...

quinta-feira, outubro 01, 2009

Video BON JOVI - Thank You For loving me(Dedicado a minha esposa que amo muito...)

O humor nosso de cada dia.


De hoje em diante eu declaro que nenhum ser humano pode faltar com sua dose de humor para a melhora dessa humanidade. Quem não cumprir com suas obrigações será sumariamente obrigado a escutar todos os dias “A Voz do Brasil” e com pena máxima o sujeito será obrigado a ler todos os livros do Paulo Coelho em russo.

Quando o brother Leo Kidman pediu-me para escrever algo, fiquei em dúvida sobre qual tema. Pensei em uma série de coisas; mas quando vi a figura do Seu Madruga tive a certeza que o melhor assunto sempre é o humor.

O sujeito (Madruga) é um loser, tudo para ele dá errado, tem um moleque pentelho lhe perturbando o tempo inteiro. A vizinha é uma chata e tem um filho que é uma peste. A filha, sinceramente, uma das criaturas mais antipáticas que já vi na vida. Sem contar os tipos que lhe cercam: o gordinho, o professor, a vizinha que é apaixonada por ele... Madruga é o tipo de sujeito que não deu certo em nada, mas não deixa de ser o mais engraçado entre todos os personagens daquele programa mexicano chamado Chaves. , nem o nome do programa ele conseguiu. O cara é realmente um ferrado.

Mas é isso, usando a figura ilustre de Madruga podemos estabelecer a importância do humor em nossas vidas. Sem ele é quase certo que o mundo estaria bem pior que é.

Então, meus caros e-leitores, vamos ter sempre humor em relação ao que nos cerca e lembrando que rir faz bem para a pele, evita enfarto e até dá para aguentar aquele chato que insiste em ficar perto de você. Bom humor sempre. O resto é bobagem.

Marcos Kastrus é colaborador do Blog Leo Kidman. Também é conhecido como Madrugas pela magreza e por uma tatuagem igual a do ídolo.



Video Cyndi Lauper "True Colors"

Ela esta de volta...



LeoKidman

Biografia Don Ramon (Seu Madruga)



Ramón Gómez Valdés de Castillo

Ramón Valdés (as Don Ramón or Seu Madruga) at El Chavo del Ocho at 1973)

Ramón Gómez Valdés y Castillo (Cidade do México, 2 de setembro de 1923

Cidade do México, 9 de agosto de 1988) foi um ator mexicano.
Ainda hoje, seu personagem Seu Madruga (Don Ramón, na versão original) é cultuada, havendo diversas páginas, blogs e comunidades no site de relacionamentos Orkut em sua homenagem.

Casou-se três vezes (uma delas com a cantora Aracely Julián) e teve dez filhos. Faleceu de câncer de pulmão, ocasionado pelo fumo excessivo, que depois espalhou-se para o estômago.

Carreira

Atuou em vários filmes no seu país desde a década de 1940, porém atingiu sua maior popularidade com a figura hilária do "Don Ramón", "Seu Madruga" no Brasil, do seriado de televisão Chaves (El Chavo del Ocho). Roberto Gómez Bolaños, o Chespirito, sempre teve grande admiração por Ramón Valdés e dizia que era o único que o fazia "chorar de rir" durante as gravações dos programas, que duraram aproximadamente uma década. Seu personagem na Vila do Chaves, apesar do humor simples, trazia a situação da América Latina de desemprego generalizado e dependência de sub-empregos. Seja como pedreiro, vendedor ambulante de objetos usados ou leiteiro, ele sobrevivia enquanto o proprietário da vila, "Seu Barriga" (Edgar Vivar), não o expulsava da casa por não pagar o aluguel.

Curiosidades

* Sabe-se que Ramón Valdés tinha uma memória privilegiada. Fora do estúdio vestia-se quase igual como no seriado, pois afirmava que com os Jeans podia sentar onde quisesse sem temer sujar a roupa.

* Também tinha rituais curiosos, como fumar um cigarro antes de dormir.

* Apesar de, no seriado Chaves, Seu Madruga fugir da Bruxa do 71 (Angelines Fernandez), na vida real os dois eram muito bons amigos. Tanto que, quando Ramón morreu em 1988, a atriz passou a noite ao lado do corpo chorando e dizendo "Mi Rorro" (Meu bebê). A atriz ficou tão decepcionada que começou a descuidar da saúde, e começou a envelhecer mais rapidamente. Também manteve grande amizade na vida pessoal com os atores Édgar Vivar (que atuou como o Senhor Barriga) e Rubén Aguirre (que interpretou o Professor Girafales também era um dos melhores amigos de Ramón). Villagrán, o Quico na série, também foram grandes amigos. Tanto é que uma vez quando Ramón estava no hospital, Quico disse: Nos vemos lá em cima, no céu. Ramón Valdéz se contrariou, mantendo seu bom humor dizendo: "Não se faça de louco, nos vemos lá no inferno." Tanto é que este foi o único ator a participar com Villagrán em sua carreira solo nos quadros Federrico, e Ah que Kiko.

* Ramón Valdés nunca pôde desassociar sua pessoa do papel de Seu Madruga. Tanto as pessoas como os produtores não podiam vê-lo em outro papel. O ator confessou para a revista Actores&Actrices&Rumores que, depois de deixar o seriado Chaves, recebeu apenas quatro ofertas para atuar: as quatro eram pedidos de Chespirito para voltar a fazer o papel de Seu Madruga. De qualquer forma, sua carreira não terminou com a sua saída da turma do Chaves: atuou em diversas peças de teatro, duas no colégio de sua filha mais velha e uma no colégio de sua filha mais nova. Em todas as peças, fez o papel de Seu Madruga. Ramón voltou à televisão em 1981, quando Chaves havia se tornado um quadro do Programa Chespirito novamente.

* Dublado no Brasil pelo veterano Carlos Seidl.

Filmografia

Ramón Valdés participou de mais de 100 filmes e seriados de TV em sua carreira, entre eles:

* Calabacitas Tiernas (¡Ay qué bonitas piernas!) (1948)
* Soy Charro de Levita (1947)
* El Chanfle
* El Chanfle 2
* Simbad el Mareado (1950)
* La Marca del Zorrillo (1950)
* El Mariachi Desconocido (1953)
* La Vida No Vale Nada (1955), juntamente com o também falecido Pedro Infante


LeoKidman